https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Se vieres...que seja por bem!

 
Faz como quiseres
E volta se tiveres vontade;
Vem num silêncio em que imperes
E cantes de novo a saudade.

Loucura ou dor,
Desejo ou maldição;
Vivo com ardor
Os problemas do coração.

Pequei por gostar,
E peco por amar;
Mas sei que hei-de cantar
A vitória a transbordar.

Não quebres o encanto,
Nem magoes a esperança;
Desaparece sem espanto
E não deixes a lembrança.

No planalto dos encantos,
Na travessura da fortaleza,
Eu sei que os teus espantos
Serão sempre a minha incerteza.

Não quero mais abraços,
Nem palavras de mel firme;
Quero somente compassos
Que dancem o meu timbre.

Se vens por bem, entra. Fica.
Se queres magoar, sai. Vai
Deixa somente a luz
Que por Ti me conduz.

 
Autor
João Nuno Marcos Bap
 
Texto
Data
Leituras
3189
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.