https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Góticos : 

Madrugada de vampiro

 
Tags:  medo    sangue    madrugada    vampiro  
 
Madrugada de vampiro
 
Ele se esconde atrás da capa
O frio vento queima-lhe a tez
Até quando essa amarga solidão
Ficará e não irá embora de vez?

A noite é sua companheira
Não tem ele a mais ninguém
E nem faz questão de ter
Faria diferença ter alguém?

Se ele próprio se repudia
Como há de aceitar presenças?
Sua alma é escura, fria
Congelada por indiferença

E olhando o vazio ao redor
Fecha os olhos e lamenta
Se ainda tivesse coração
Talvez a existência não lhe fosse violenta!

Não tendo mais escolhas
É dito, é sua sina
Sai a buscar por sangue
Do corpo quente que lhe fascina!

Sai a espalhar o medo
A escutar o último suspiro
Sai pela madrugada
A se valer como vampiro


* Nanda

Open in new window

 
Autor
Nanda_Vamp
 
Texto
Data
Leituras
3533
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 04/06/2010 23:56  Atualizado: 04/06/2010 23:56
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Madrugada de vampiro
Gostei da tua poesia.Vou guardar teu nome para ser tua leitora.

Saudações!

Varenka


Enviado por Tópico
laroche_l
Publicado: 05/06/2010 00:04  Atualizado: 05/06/2010 00:04
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2010
Localidade:
Mensagens: 706
 Re: Madrugada de vampiro
Oh, sim, ranspiro
ao falar de vampiro
é um encontro certo
que desejo bem perto
antes do amanhnhecer: suspiro.


Enviado por Tópico
Inspiração_Estelar
Publicado: 05/06/2010 13:55  Atualizado: 05/06/2010 13:55
Da casa!
Usuário desde: 15/05/2010
Localidade: Portugal
Mensagens: 330
 Re: Madrugada de vampiro p/ Nanda_Vamp
Adorei o teu poema!
Sendo apaixonada por todo o tipo de criaturas míticas (ou não... ) fiquei fascinada pela tua poesia...

Vou favoritar sem pedir por favor!