https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Lixo Nuclear

 
Lixo Nuclear
 
Como escapar de um mundo
Que me engole
rumina
E me cospe?

Não, não quero cair
novamente
Areias cristalizadas
me ferem
Feridas abertas
Rotas incertas...

Percebi
Como percebi!
É difícil caminhar
Quando não se pode
- ao menos
Rastejar...

Misturado a
restos
(Lixo nuclear)
Desse mundo caduco
Não vou conseguir
escapar
Nesse mundo sem lei
Não mais
sobreviverei...


* Nanda

Open in new window

Vale lembrar que o eu lírico não é o autor, e sim uma criação dele
 
Autor
Nanda_Vamp
 
Texto
Data
Leituras
1930
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/06/2011 17:17  Atualizado: 24/06/2011 17:17
 Re: Lixo Nuclear
É UM EXCELENTE TEXTO!!! ABRAÇO.


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 25/06/2011 14:49  Atualizado: 25/06/2011 14:49
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Lixo Nuclear
Nandinha,
Como escapar deste planeta insano e atolhado de lixo por todo o lado?
Belo poema!
Beijinho
Nanda