https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Precipitada

 
Vem depressa, vem a correr!
Vem sossegar a minha dor.
Vem depressa, estou a morrer.
Vem dá-me a vida, meu amor!

Rápido, veloz como foguete,
salva este meu coração.
Arrefece-me que estou quente,
dá-me a eterna salvação!

Precipitada fui ao pedir,
que viesses tão veloz.
Não vale a pena fingir…
Acabou o que havia entre nós!

 
Autor
Rosalia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
417
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.