https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O pôr-do-sol

 
Começa o vento a falar,
e o mar a descer,
o sol está a baixar,
o frio faz-se aparecer.

Não aquece, nem queima,
e o mar deixa de murmurar,
é como uma breve teima,
entre o sol e o mar.

Em voz forte o mar fala,
faz uma doce melodia,
sendo amante da areia...

é doce bébe que se embala,
com transbordante alegria,
Qual mãe que se pavoneia.

 
Autor
Rosalia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
494
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.