Poemas -> Amizade : 

Perfume da Amizade

 
Não temas minha evasão.
Meu tempo parece escasso.
Sou "sempre", embora distante
quem fui num breve passado.
Não cobres a minha presença
nem tenha as mãos nos meus atos.
Sou e sempre serei
amiga leal e de fato.
Não queiras me dirigir
e nem o meu mundo tomar
sou e permanecerei
amiga para somar.
Há um laço a nos unir
não vamos, pois questionar...
Se temos afinidade
Por que nos incomodar?
O tempo nos dirá
o peso desse sentimento.
Porém afirmo sincera
que és tua a minha amizade
e nem a sombra ou a idade
apagará seu perfume.













 
Autor
Mari Saes
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2833
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 09/08/2007 02:40  Atualizado: 09/08/2007 02:40
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14852
 Re: Perfume da Amizade p/ Mari Saes
Querida poetisa

A amizade sincera sem dúvida
que não existe idade e o
perfume permanecerá para a
eternidade...Lindo poema

beijo doce n'alma