https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ardor

 






Arde a pele no peito,
na alma a paixão,
atiça as palavras.

De longe vem a noite
e de mansinho,
surgem estrelas.

Acesas as fogueiras,
namorados se abraçam.
Nasce um poema.

Nas montanhas,
A vida em silêncio.
Ardem os círios,
iluminam a terra.

Embriagado,
o poeta assobia uma canção.
Segue a rota dos peixes,
no mesmo compasso
das ondas do mar.


O amor movimenta-se. Poemas em ondas escrevem nas águas.

 
Autor
RaipoetaLonato2010
 
Texto
Data
Leituras
515
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/07/2010 06:42  Atualizado: 30/07/2010 06:42
 Re: Ardor
Ola poeta

Gostei deste poema de palavras simples mas de ideias muito concisas. Um poema cheio de beleza, aquela que só as coisas simples nos maravilham!

Beijo azul

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 30/07/2010 09:12  Atualizado: 30/07/2010 09:12
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Ardor
Não pode o poeta ter melhor
que a celebração do Amor.

Um abraçooo!

~Abilio*