https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

QUADRINHAS DO AMOR PATERNO

 
QUADRINHAS DO AMOR PATERNO
 
 


Revendo-me no meu filho,
criança ingênua, a brincar,
lembro meu pai, lembro o brilho
da esperança em seu olhar.

Pai é pai. Mesmo entre escombros,
faz da fé – sua bandeira,
carrega o mundo nos ombros,
luta e ama a vida inteira!

Vem de uma quadra perdida
na infância que, longe, vai
a rua da minha vida.
Dei-lhe um nome: o de meu pai.

Lutam na linha de frente,
segredam seus próprios ais.
Pais são homens, simplesmente,
simplesmente especiais.



Do livro de Trovas de Sersank
Visite o blog “Estado de Espírito”:
http://sersank.blogspot.com



Imagem:
http://noticias.universia.pt/tempo-li ... i-um-dia-no-esquecer.html




Sergio de Sersank
Visitem meu blog literário "Estado de Espírito"
http://sersank.blogspot.com

 
Autor
Sergio de Sersank
 
Texto
Data
Leituras
3140
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/08/2010 08:55  Atualizado: 08/08/2010 08:55
 Re: QUADRINHAS DO AMOR PATERNO
Boa sonoridade! Gostei. Um abraco!