https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

seus amores e minhas dores

 
amores que se apagam com o tempo,
mulheres belas que se foram com os ventos
a levada dos sinos não sinceros,
que adoeceram o coração de um menino cego

palavras,que como belas rosas montam um jardim
podem tambem ser espinhos negros,tristezas sem fim
apenas ornamentam
e nunca enchem os olhos de quem as conhece

suor que escorre sobre meu corpo,
glórias e lutas,histórias em um todo
mesmo sabendo que existem neste mundo infinitas dores
a maior delas foi ter que matar a sangue frio
as paixões que certas mulheres deixaram
e que depois da meia-noite sumiram

sabe aquela esperança distante,muito distante
é por ela que vivo
por duas vezes quase morri,
mas ainda não cheguei as estrelas,então sobrevivi
e aquele velho idealismo de ver o mundo melhorar
foi anestesiado por tudo que o dinheiro mascara e dá

não penso,eu sinto
frio,calor,morno,não importa
apenas vivo
mulher,mulher,mulher
não sabe o que senti
quando nos braços de outro a vi

então o amor se apagou em cinzas
sobrando apenas uma besta coragem sem fim
de morrer e viver apenas por mim
e realizar os objetivos com fé e raça
porque tudo o vento levou,
mas ainda tenho o sorriso nada vazio que você nunca aproveitou

 
Autor
neon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
513
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.