https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CONVENIENTES PALAVRAS

 
Tags:  palavras    liberdade  
 
Open in new window


CONVENIENTES PALAVRAS

Convenientes palavras.
- Oralidade maldita -
Realidade em aldravas
Que a fatalidade extradita

A consciência prende
A imaginação solta
O intangível surpreende
A percepção à minha volta

Na mente amante da ilusão
A esperança é de minha lavra
E a verdade é a escravidão
Que, de liberdade, me amarra!


Gê Muniz

 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1098
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/09/2010 18:09  Atualizado: 08/09/2010 18:09
 Re: CONVENIENTES PALAVRAS p/GeMuniz
Ola poeta. Gostei das imagens que passou neste seu poema.
Sou uma amante das palavras; contudo confesso-me escrava da palavras , pois de tantas e tantas formas, existe uma a quem presto vassalagem: a palavra de honra!

Beijo azul


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 08/09/2010 18:26  Atualizado: 08/09/2010 18:27
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: CONVENIENTES PALAVRAS
Poeta Gê!

É isto poeta as palavras são convenientes em convenientes momentos e muitas vezes nem sempre são verdadeiras. Pena que palavras serão somente palavras.
Gostei do poema!

Bjo no seu coração
♫Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/09/2010 21:09  Atualizado: 08/09/2010 21:09
 Re: CONVENIENTES PALAVRAS
Palavras pra mim é como um contrato quando trata-se de promessa é claro. A palavra tem muito poder, as vezes me surpreendo quando recebo o retorno nos meus poemas ou reflexões(pregações), quando sei que a palavra renovou o sonho de alguém ou curou de alguma mágoa, fico feliz.
Estou começando a me habituar a ti ler.rs

Abraço

Rosangela


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 09/09/2010 06:23  Atualizado: 09/09/2010 06:23
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: CONVENIENTES PALAVRAS
Ser poeta é ser marginal da palavra... subvertê-la, convertê-la, distorcê-la, contrafazê-la... Ser poeta é, ainda assim, ser o libertador da palavra. Convertê-la em beleza e verdade, mesmo a custo de arriscar a própria alma...

(tudo o que lhe leio me cconverte, Gê...)

Um abração.