Tags:  luz    segredo  
 
Ao meu olhar tudo colapsa
A rapidez inata da luz
Escoa entre frestas
Cintilantes dos dias.

Mas a fina areia do tempo
Queda lenta, rarefeita
Singela clareza secreta
De quase não me perceber


Gê Muniz

 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
211
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 19/01/2024 18:10  Atualizado: 19/01/2024 18:10
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3671
 Re: Segredo/GeMuniz
Olá GeMuniz

Há momentos , por motivos vários , o tempo não se compadece com o nosso ritmo. mas... ,tudo é viver. E foi isso que senti ao ler teu poema . Viver , reviver e o segredo guardado .

Que bom .

Atenciosamente
HC

Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 19/01/2024 19:11  Atualizado: 19/01/2024 19:15
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1975
 Re: Segredo
.
.
.
...o poema que aqui está desde já
evita de eu tergiversar sobre o destino óbvio que me acompanha lento, atento e preciso a todo tempo...
Outrossim, de eu poder deixar gravado aqui o meu prazer 'mais grande' de retornar a lê-lo, e assim tentar 'desegredar' essa ' Singela clareza secreta'.
Aquele abraço caRIOca!