https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SONOLÊNCIAS DA ALMA

 
Tags:  pensamento    rotina  
 
Open in new window


SONOLÊNCIAS DA ALMA

Vendaval descabelado que empena as placas
E embaralha rotas certas ao descaminho
Do não conseguir perceber-me...

Assopras esfaimado, como não tivesses
Quaisquer cuidados em quereres saber
Dos destinos dos viajantes desavisados
De tuas bruscas rajadas aborrascadas...

Ah, banzeiro escancarado, de emborcar caravelas..
Arca meu corpo à frente! Combate
Em teu salseiro insurgente as sonolências da alma!


Gê Muniz

 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
861
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
18
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 22/09/2010 01:22  Atualizado: 22/09/2010 01:22
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Um poema que se movimenta na alma e deixa o papel agitado. bjs


Enviado por Tópico
anakosby
Publicado: 22/09/2010 01:44  Atualizado: 22/09/2010 01:44
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2010
Localidade: Torres
Mensagens: 1739
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Eu achei bonita a forma, mas me perdi no sentido, ficou so a intensidade.
BEIJO, BOM DE LER.


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 22/09/2010 02:00  Atualizado: 22/09/2010 02:00
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Poeta Gê!

Pode crer os meninos se perderam no vendaval, tadinhos rsrsrs.
Será que entendi, vamos lá.
Por vezes nosso interior passa por vendavais que não conseguimos controlar. São tantas mágoas, tantas tristezas que nos desnorteiam.
Bjo no coração
♫Carol


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 22/09/2010 02:23  Atualizado: 22/09/2010 02:23
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Muito bom, poeta amigo. Mais um com tua cara e talento. Abração, Gê!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/09/2010 06:53  Atualizado: 22/09/2010 06:53
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Olá amigo Gê! Ah, bem que eu queria espantar a sonolência da minha alma também, de vez enquando ela é arrebatada de um sono, mas o corpo se nega a obedecer, eis que vivo em eterna guerra. Meu medo é a alma despertar quando o corpo estiver com vontade de adormecer...Adorei teu poema, como sempre, me fazem refletir. Parabéns, amigo!

Beijos amigo e tenha um ótimo dia!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/09/2010 11:17  Atualizado: 22/09/2010 11:17
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Essa sonolência me chegou como um grito.

Com profundidade, coisas de bons poetas.

Abraço poético

Rosangela


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 22/09/2010 14:24  Atualizado: 22/09/2010 14:24
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
a sonolencia da alma nos pega sempre de surpresa, nos troca os passos, e incumbe em nós as cabais duvidas da existencia.
Poema maior, que sai profundo das profundezas vulcanicas da tua inspiração.

Abraço
Beija-flor


Enviado por Tópico
MarisaSoveral
Publicado: 22/09/2010 17:53  Atualizado: 22/09/2010 17:53
Colaborador
Usuário desde: 16/08/2010
Localidade: Porto
Mensagens: 621
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMA
Se um vendaval pudesse agitar as sonolências das almas!...
Beijo,
Marisa


Enviado por Tópico
MelMartins
Publicado: 22/09/2010 18:41  Atualizado: 22/09/2010 18:41
Colaborador
Usuário desde: 02/06/2010
Localidade:
Mensagens: 941
 Re: SONOLÊNCIAS DA ALMAP/GÊ
Um poema que acorda a alma e agita o pensamento das dormências...

Gostei de te ler.

Beijo amigo querido

Alice Barros