Poemas : 

Sou, quero ser, quero ter

 
Sou.

Quero ser.

Quero ter!

A vida é o que é.

Também gostava de gostar.

Perdi quase, ou mesmo toda a fé.

É aquilo que se está a passar.

Não sei como explicar, mas vou tentar.

Gosto de alguém que só duas vezes vi, mas que nunca falei. Eu para ela nunca sorri, nem tentei.

A voz dela, essa já ouvi, e gostei.

A sua presença, é um misto de sentimentos meus. A sua ausençia, é um misto de sentimentos teus.
Agora só espero voltar a vê-la e a ouvi-la, se por acaso calhar.

A vida é assim, hoje estou triste, ninguém chama por mim.

Não me apeteçe chamar ninguém porque não sei falar assim tão bem.

As pessoas, umas são assim, outras assadas. Umas assim a assim, outras são caladas.

Calado, sei que sou. Frustrado, ninguém me conquistou.

Circulo eu e o resto também. Não vejo aquela que quer o que é meu, e eu também gostava, sei bem.

Olha linda! Estou estranho.

Não te ver é esquisito, e não te ouvir também.

Sei que pouco falo. Mas não sei porque.

Gosto de ti.

Ainda nem sequer tentei conhecer-te melhor.

Da primeira vez que te vi, falhei. Da segunda pensei em amor.

Sem te ver só te posso sentir.

Não dá para perceber esta vontade de contigo ir.

Para bem junto de ti, para bem junto do que és.

Sem mesmo te contar tudo o que já vivi. Sem mesmo pensarmos apenas em bébés.

 
Autor
franciscopeixoto
 
Texto
Data
Leituras
1129
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 02/10/2010 18:53  Atualizado: 02/10/2010 18:53
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6868
 Re: Sou, quero ser, quero ter
Poema belo de entrega.


Parabéns!