Poemas : 

Quantas mais melhor

 
Vida mentirosa, venenosa, tirana, má,
a mim ninguém me dá
o que quero receber e
sinto-me já
começar a adormecer.

Queria saber viver,
mas parece que tenho de ter outro comportamento,
meio decente
em que age contente e diferente,
em que seja feliz e
que tenha o que sempre quis.

Quantas mais melhor, sei-o de cór.
Isto não é só amor para uma mulher
que dá tudo o que quer
só para dizer que é limpa do pecado
por muitos endiabrado e
pelos sentimentos inacabado,
de quem não sabe o que quer.

Dá-me Senhor, uma mulher,
pois tambem eu acredito.
Mas que venha depressa,
que seja linda e benéfica,
carinhosa com todos e um bocado louca no fado,
já sabes ao que me refiro e
assim me retiro...

 
Autor
franciscopeixoto
 
Texto
Data
Leituras
887
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.