Poemas : 

Seres Humanos

 
Desencoraja-me saber que o tempo,
Vira vento em poucos minutos,
Em nossos olhos que não vêem o dia,
Porque a vida não nos deixa parar.

Estamos ocupados em nossos projetos pessoais,
Somos sábios ou irracionais?
Ao permitir escapar o dia,
Em meio ao trabalho,
Que nos faz escravos,
Somos culpados ou heróis apenas?

Sendo todos submissos,
Aos segundos que ainda nos restam,
Para acumular bens materiais,
Amanhecer, entardecer e anoitecer,
Na ilusória procura de buscar sempre mais.

Os anos que vão nos deixando,
Nós vamos acumulando,
Alguns, rios de fortuna,
Outros, abismos de miséria.

E então continuamos,
Lutando contra nossa própria existência,
Elevando a matéria e esquecendo a alma,
Até nos comportarmos como animais.

E nos perguntamos,
De que somos feitos afinal?
Da sabedoria mundana,
Ao achar que somos imortais,
Não, somos seres imorais,
No conformismo com a ilusão,
Nos alimentamos de bens materiais.

E assim vamos sobrevivendo.
Com os estigmas que nos cercam,
Mas com a certeza de que somos apenas,
Seres mundanos e nada mais.


Rodrigo Cézar Limeira

 
Autor
Rodrigo Cézar Limeir
 
Texto
Data
Leituras
1256
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/10/2010 13:26  Atualizado: 10/10/2010 13:26
 Re: Seres Humanos
nao poderia estar mais de acordo gostei

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 10/10/2010 14:18  Atualizado: 10/10/2010 14:18
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4210
 Re: Seres Humanos
Tens a minha aprovação!!!Parabéns!!!

Bjs
Varenka