https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

RASCUNHO

 
RASCUNHO

Anotei, apaguei, tornei anotar...
Os rabiscos não tinham sentidos
Porém precisava guardá-los
Serviriam de base para mais tarde...

Amor frustrado, coração magoado...
Nessa utopia, versos espalhados,
Sem métrica, tampouco rimas.
Dentro do peito confusão de sentimentos!

Resgatei do cesto de lixo
Páginas amassadas com ira jogadas.
Entre um gole e outro
A dor em forma de poesia formava-se!

Anestesiado momento,
Os versos envolvendo
O sofrer tomando forma
As letras eram lágrimas...


Jamaveira






Jamaveira - O medo escraviza a Alma

 
Autor
jamaveira
Autor
 
Texto
Data
Leituras
658
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 20/09/2006 12:44  Atualizado: 20/09/2006 12:44
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 894
 Re: RASCUNHO
Acho que sei donde esses poemas nascem.

Acreditas que estas letras nunca me dão sossego?

Só não havia alcançado tal beleza para efectivar meus poemas calados. Por isso vivo a rascunhar os sentidos...

Mui bueno poeta

Enviado por Tópico
InSaNnA
Publicado: 20/09/2006 13:09  Atualizado: 20/09/2006 13:09
Membro de honra
Usuário desde: 08/05/2006
Localidade: Brasil
Mensagens: 229
 Re: InSaNnA para Jamavieira
Oie querido poeta!!!Como vai??Mas como eu gosto de ler-te..Você tem criatividade e muita!!E o que seria de nós poetas,sem esse amor que ronda as nossas almas???Um poeta,precisa estar com o amor em dia,para que o seu motor ,pegue na primeira virada de chave..rs..Eita,amigo...esse seu coração ta quente..sinto isso..rs Beijos na sua bela alma,que acho que esta apaixonada..