https://www.poetris.com/
 
Textos -> Amor : 

A tal noite

 
Tags:  noite  
 
A tal noite
 
Esta noite nao dormi, fiquei a olhar para as estrelas e a imaginar como seria passar aquele momento a teu lado. Tudo brilhava, a lua, as estrelas e a estrada tinha a sombra das luzes nocturnas daquelas vidas tambem desesperadas.
Sentei-me a janela, com as pernas do lado de fora. Sentia que precisava daquilo, de estar a reflectir sozinha enquanto que as outras vidas dormiam...
Prendi o cabelo, vesti o casaco, calcei-me e fui a andar, por ai. Espreitava as janelas discretamente; Vi felicidade, solidao, uniao, tristeza e magoa... Dei-me por contente pois naquele momento nao sentia nada! Nao sentia desespero nem orgulho.
Voltei para casa, descalcei-me, tirei o casaco, desatei o cabelo, deitei-me e olhei mais uma vez para o ceu, desta vez ja nao haviam estrelas, era quase manha... Coloquei o meu coracao no lugar novamente. Brilha o sol la fora e eu fecho os olhos e caio no tal sono que nao conseguia alcancar. Sonho com um nada, mas acordo feliz, como se tivesse finalmente descoberto uma razao para viver...


Sonia Fonseca

 
Autor
soofonseca
 
Texto
Data
Leituras
806
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.