Poemas : 

Adeus

 
Adeus, minha gente,
Não tenciono mais voltar.
Deixo a vós minha mente.
A minha forma de pensar.

Sofrimento, que és bendito.
Por todos teus companheiros.
Adeus, é o que sinto.
Ao ver-vos, primeiros.

Saudade, ai Saudade.
Que resta em meu lugar.
Por falta de liberdade.
Que tenho ao me matar.

Adeus, meus amigos,
Parentes e entes queridos.
Só a vós vos digo,
Os meus tesouros perdidos.

Adeus, não me chorem.
Já basta o que eu chorei
Adeus, para os que forem,
Mas eu nunca mais voltarei.

Adeus!


Pedro Carregal

 
Autor
PedritoDomus
 
Texto
Data
Leituras
699
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 03/11/2010 14:21  Atualizado: 03/11/2010 14:21
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9299
 Re: Adeus
Poeta Pedrito!

Um poema triste de quem tenciona suicidar-se!
Poeta tem mesmo inspirações que só mesmo outro consegue entender.
Versos muito bem construidos.
Parabéns!
Abraço
♫Carol