https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Mundo inundado

 
Mundo inundado

Dos submundos mais profundos
Derivam todos os outros mundos
Os quais habitei sem freqüentar

E os quatro cantos eram sempre mais
Traziam amostras curtas e espaços ociosos
Na insanidade efervescente dos espíritos mais criativos

Dentre duas ou três loucuras, escolhi a minha
Completa e desfeita, harmoniosamente conflitante
Abria caixas sem jamais revelar um segredo

E os dentes já não sorviam a matéria
Grotesca e protuberante em dias nublados de quente e frio
Mas conheciam de cabo a rabo os castiçais malditos
Os destemidos, indecisos e indefinidos candelabros

Bernardo Almeida - www.bernardoalmeida.jor.br

 
Autor
BernardoAlmeida
 
Texto
Data
Leituras
534
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 27/08/2007 10:20  Atualizado: 27/08/2007 10:20
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Mundo inundado
Uma arma poética usada com mestria.

Um abraço