https://www.poetris.com/

 
Offline
BernardoAlmeida
Mundo inundado
Mundo inundado Dos submundos mais profundos Derivam todos os outros mundos Os quais habitei sem ...
Enviado por BernardoAlmeida
em 27/08/2007 06:24:47
Offline
BernardoAlmeida
Prescindível
Prescindível Quantos amores um peito pode suportar Sem ser chamado de masoquista? E fui cair lo...
Enviado por BernardoAlmeida
em 27/08/2007 06:22:50
Offline
BernardoAlmeida
De lado
De lado Sinto-me em profundo estado de solidão E, pela primeira vez, não me vejo confortável Ach...
Enviado por BernardoAlmeida
em 27/08/2007 06:19:20
Offline
BernardoAlmeida
Devoção
Devoção Se com mil toques pudesse agraciar a sua beleza Se com mil palavras pudesse definir suas...
Enviado por BernardoAlmeida
em 07/02/2007 04:26:59
Offline
BernardoAlmeida
Aventura idílica
Em tuas mãos, páginas de idéias tumultuosas Enquanto miravas as palavras, eu te olhava Despertast...
Enviado por BernardoAlmeida
em 31/01/2007 05:20:05
Offline
BernardoAlmeida
Condenação sócio-laboral
Condenação sócio-laboral Hoje eu acordei como um pedreiro E trabalhei como um pedreiro E cansei...
Enviado por BernardoAlmeida
em 15/12/2006 07:45:13
Offline
BernardoAlmeida
Nem um, nem outro
Escondo-me abaixo do inferno E acima do paraíso Para que não me incomodem Nem bons, nem maus Nem...
Enviado por BernardoAlmeida
em 15/12/2006 07:38:48
Offline
BernardoAlmeida
Nem um, nem outro
Escondo-me abaixo do inferno E acima do paraíso Para que não me incomodem Nem bons, nem maus Nem ...
Enviado por BernardoAlmeida
em 15/12/2006 07:37:23
Offline
BernardoAlmeida
Pagão
Pagão Livro-me dos meus pecados cometendo outros Novos, picantes e furtivamente lascivos Sincer...
Enviado por BernardoAlmeida
em 29/11/2006 04:14:28
Offline
BernardoAlmeida
Geração exonerada
Geração exonerada Na distinção entre um sorriso e uma lágrima Pende para o absurdo desejo da cat...
Enviado por BernardoAlmeida
em 29/11/2006 04:07:18