https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Chato Mundo

 
Chato mundo - Lizaldo Vieira

Louco
Miudo
Largo
Profundo
Ingrato
Se canto
Desencanta
Calado
Os males não espanta
Quando deito
Rolando ficas
Se o tempo ta feio
Bom pra dormir
Planejo tomar banho de mar
Se vou pro mato sem cachorro
Almejo pegar boi voando
Vejo o câncer nas bocas
Observo todos fumando
Ignoro a camisinha do amor
Enquanto o mundo inteiro vai abortando
Enfim
É a vida
Na lida
Pra uns ta muito bom
Ta tudo muito bem
Pra outros ta tudo mau
Ta tudo muito ruim
E a gente vai dançando
Conforme o toque
E ficando
Ás duras penas
De Pansa cheia de gazes
E com cara de tacho
Perdidos na multidão
Atrás do trio elétrico




Q U E S E D A N E C U S T O d e V I D A - Lizaldo Vieira
Meu deus
Tá danado
É todo santo dia
O mesmo recado
La vem o noticiário
Com a
estória das bolsas
Do que sobe e desce no mercado
De Tóquio
Nasdaq
São paulo
É dólar que aume...

 
Autor
Lizaaldo
 
Texto
Data
Leituras
497
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 12/02/2011 15:25  Atualizado: 12/02/2011 15:25
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: Chato Mundo
Bravo poeta lizaaldo - Gostei do seu poema realista e belo
Um abraço fraterno
JBMendes


Enviado por Tópico
apsferreira
Publicado: 12/02/2011 16:24  Atualizado: 12/02/2011 16:24
Colaborador
Usuário desde: 27/12/2009
Localidade: Ponta Delgada - Açôres - Portugal
Mensagens: 1614
 Re: Chato Mundo
Vendo por deterninado prisna
as coisas são mais ou menos, assim.
Gostei do texto.