https://www.poetris.com/
 
Textos -> Esperança : 

Medos....

 
Tantas esperanças e receios
Muitos coraçoes e mentes
Nossas almas vazias
Passando uns plos outros
Levamos todos os medos
Em mundos opostos
K sozinhos vivemos
Carregamos nossos medos e segredos
Sao olhares traiçoeiros
Mentes perversas
K se encontram ha nossa frente
Este e o nosso Mundo k enfrentamos
Ha espera k se abra uma luz
Knos leve pra outras paragens
Pra outro Mundo onde nao haja
Rancor e hiprocrisia e medos
De tantos jogos de traiçoes e enganos
Sem terem a coragem
De enfrentarem os medos e dizer basta acabou.....




 
Autor
MANUEL
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1670
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 17/09/2007 16:44  Atualizado: 17/09/2007 16:44
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3515
 Re: Medos....
Manuel,
Seja muito Bem Vindo à Luso-Poemas.

Inicias-te aqui com um poema/texto muito bom.
Retratar os medos, é ter a força para deles poder falar.

Apenas digo-lhe que se atente para erros de ortografia e acentuação/pontuação.

Beijinhos

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 17/09/2007 17:41  Atualizado: 17/09/2007 17:41
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2081
 Re: Medos....
Olá Manuel,
Queria dar-te as boas vindas, quanto ao poema deixa-me dizer-te que acho que morre um pouco por usares o “K” em vez de “que”…
Abraço

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 17/09/2007 18:55  Atualizado: 17/09/2007 18:55
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4028
 Re: Medos....
Gostei da mensagem do poema

Só não gostei muito dos K...

Bjs


Enviado por Tópico
Cõllybry
Publicado: 18/09/2007 17:02  Atualizado: 18/09/2007 17:02
Colaborador
Usuário desde: 01/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 589
 Re: Medos....
Bem vindo a este recanto de poesia, o medo hoje um dia ´muito comum,deste futuro incerto...

Doce beijo