https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

AREJAMENTO

 
Tags:  poema  
 
AREJAMENTO
 
AREJAMENTO
(Jairo Nunes Bezerra)

Vento frio circulas na noite escura,
Fazendo tiritar o meu corpo,
Pra uns uma inesperada ventura,
Pra mim deveras um sufoco!

Trazes-me recordações de noites,
Em que era amado e agasalhado...
Embora tua aragem fria, ativo açoite,
Deixasse-me solitário e desolado!

E agora pela praia vou seguindo,
E tu ó vento noturno me perseguindo,
Solidário com a minha aflição!

Logo mais virão os raios solares,
Enquanto ávido continuas a circulares,
Célere, sem compaixão!

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
464
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 02/03/2011 16:15  Atualizado: 02/03/2011 16:15
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: AREJAMENTO
trazes imagens poéticas tristes
sem deixar de ser belo o poema,
bjs