https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

A VIDA É CEGA

 
Tags:  tristeza    incerteza  
 
Estou farto de tudo farto de nada, não sei o que sinto.
Nada é verdadeiro, tudo é mito, todo o Mundo é falso.
O que hoje é verdade, amanhã é fantasia, ou eu minto?
Estamos todos condenados a ser expostos no cadafalso.

Estamos, condenados a viver sem sorrir, a viver tristes
Passo nas ruas, nos bairros das cidades, a vida é cimento.
Mesmo as pedras da calçada já não choram, nada existe
Que nos dê esperança, que nos dê amor, vida em lamento

Os olhos não brilham, só em alguns ainda felizes
Os lábios dão beijos cheios de saudades de outros tempos
As folhas caiem, é o outono da vida que nos fere as raízes
Que nos deixam mais fracos, na alma e nos sentimentos.

Quanto eu gostaria que tudo o que escrevo, fosse pesadelo
Que eu acordasse para a realidade e dissesse; ah , bom, sonhei
Mas não é sonho mas sim pesadelo por viver sempre em duelo
Com a incerteza, sabendo que a vida é cega e cheia de desdém

A. da fonseca


SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
1082
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.