https://www.poetris.com/
 
Textos -> Desilusão : 

SEGMENTADO

 


Despedida é notório sofrimento,
Que se eleva solitário pelo infinito...
È até causa dos eternos desalentos,
Figurados em corpos sãos esquecidos!

As rosas também são vilipendiadas,
Pelos raios solares intempestivos,
Que causticam suas cores excitadas,
Com calor célere, embora reprimido!

E o poeta desatento mistura rosas e elas!
Induzindo as cores das aquarelas...
Que habitam em seu cérebro embrutecido!

Mas o final persiste na premida loucura,
Uma paixão sem cura,
Que deixa a todos estarrecidos




 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
1516
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 24/09/2007 21:55  Atualizado: 24/09/2007 21:55
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: SEGMENTADO
QUE LINDO APESAR DE TRISTE.
Quanto ao conteúdo não preciso nem falar,
sempre rico, aulas mesmo Mestre Jairo!
Beijos!