https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Cintilações

 
Brilha a luz.

Desejos de liberdade,
atados numa tarde de verão
Nuvens na púrpura da tarde
Caiadas em pedaços de chão

Esvaí-me em pensares absortos e fechados
Entrei, saindo na felicidade parcelada
Templo célere de momentos hilariantes
sorvidos na tontice, de dias sós

Brilha a vida
Extenuante e bela
Confusa e difusa,
Gotas caprichosas na tarde estival
Tocam solos etéreos nas cordas do olhar
de além mar

E o riso, rasgado de dor
estendido em vagas, mirradas de cor
Quebram pedaços, pingados, de mim
Promessas sem fiador
Palestras sem ouvidor

E Brilha, o amor
Simples, como um sorriso matinal
Completo, único, carente
Singelo, na ternura de um beijo
embalado na cumplicidade nocturna
de diálogos do sentir absoluto
Cinzelados na nata do dia renascido

E Brilha a Luz
Em passos errantes nos trilhos da certeza perfumada
Caminheiro na ventura do amor, sou mais eu
Parte de mim esvoaça em ti em palavras renovadas
E o sabor do tempo eterno dilui-se, na poção do amor, abrangente.

Coisas nossas, cintilantes.
Como a Luz
Refulgente

Rui Santos

 
Autor
ruisantos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
586
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 12/06/2011 20:50  Atualizado: 12/06/2011 20:50
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Cintilações
as palavras dos poetas
abrilhantam as emoções
vivas!

Um abraç0o!

Abil!o

Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 13/06/2011 00:22  Atualizado: 13/06/2011 00:22
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: Cintilações
Olá Rui.
Um poema cheio de luz e brilho que transmite paz e alegria.
Parabéns por este clamor.
Abraços e Felicidades.