https://www.poetris.com/
Poemas : 

Sê Feliz

 
Sê feliz

Partir
Rolar na estrada
Soltar amarras
Viver
Sentir o sabor do vento
Em trémulas asas de luz
Voar
Voar alto, distante, errante


Qual o preço?

Da liberdade incontida
De uma vida assumida
Da paixão descarnada
Do rosto roçando a lua
E o sol caminhando
Nas rugas da tarde

Qual o peso?

De uma lágrima de raiva
Caída no chão de asfalto
De um ai em silêncio
Na vergonha dos dias
De uma gota de água turva
Sorvida sem parar
De perguntas amargas
Em respostas suspensas

Quanto vale?

Um dia
Um momento
Um beijo na lágrima do tempo
Um caminhar uníssono
De mão na mão
O amor
Que se faz no chão
E dói, e queima, e sufoca

Quanto dás?

Pelas memórias coadas
De dias perfeitos
Pelos sonhos de sonhos
Suados e repartidos
Pela vida de perguntas sem retorno
Pelos carinhos, por trocar
Na espera no vazio
Pela promessa, por saldar

Não fujas

Não tens por onde
Não escapas á vida
Sombra quente colada em ti
Que grita em surdina
Liberdade ao cativo
Sentindo os grilhões
Penetrando a alma

Quanto dás?
Por ti
Uma noite de sol?
Um dia de paz?
Uma resposta adiada?

Não importa

Se te enleias na busca da razão
E trocas os dias pelas noites
Se buscas todas as respostas
E esqueces as perguntas singelas
Se a tua concha é segura
Mas te aprisiona, indelével
Com teus fantasmas extintos

Não importa

Senão rasgar a página do tempo
Que segura a tua fuga
Sentir de novo quem és
Voltar a ser criança
Deitada em sonhos encantados

Não importa

Quando se perde a razão
À vontade submissa
De uma porta fechada
Indolor, constante, vazia
E a vida negada, pelo medo
Permanece expectante
Até ser
Tarde de mais

Nada importa
Senão viver

Sê feliz

G.Silva

 
Autor
ruisantos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
135
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.