https://www.poetris.com/
 
Contos -> Romance : 

G.F.S

 
Eu ainda sinto seu toque em minha pele, parece que foi ontem a ultima vez que te senti, eu ainda sinto o gosto do adeus do ultimo beijo em minha boca.

Eu ainda sinto seus braços em volta do meu corpo, parece que você me abraçou apenas há algumas horas atrás.

Eu ainda sinto o peso do seu ultimo olhar sobre mim, eu ainda escuto sua voz me dizendo tchau.

Quando eu fecho os olhos, ainda lembro perfeitamente do seu sorriso, o sorriso que ainda faz meu coração dar saltos no peito, mesmo que não seja mais por mim que você sorri.

Eu ainda sinto a sensação da primeira vez que te vi, meu corpo reage igualzinho a você mesmo depois de tanto tempo.

Às vezes eu tenho vontade de somente dormir, pois você sempre aparece em meus sonhos.

Eu ainda escuto sua voz dizendo que me ama,eu ainda lembro de todos os nossos planos.

Talvez eu não queira te esquecer, talvez eu não queira um futuro, talvez minha única vontade seja só você.

No dia que me disse adeus, você levou uma grande parte de mim.

Ninguém mais no mundo me faz perder a respiração, ninguém mais consegue fazer meu coração parar de bater por uns instantes.

Eu sinto a falta da paz que só você me traz, eu sinto falta da alegria que eu tinha ao seu lado, eu sinto falta da sua companhia.
Eu ainda lembro-me de você sentado ouvindo as besteiras que eu falava, e lembro-me de quando você me fazia rir.

Seus toques, suas palavras, seus olhares e sorrisos estão tatuados em mim.
Lembro dos nossos olhares de cumplicidade, lembro dos planos mais loucos, lembro das tardes de domingo que ficávamos brincando de construir um futuro.

Lembro também, infelizmente, das palavras de destruição que dissemos um ao outro, lembro das coisas que fazíamos para ferir.
Mais felizmente eu só lembro-me de coisas boas, as ruins eu nem me lembro de lembrar.

Eu só quero que saiba que desde quando te vi meus pensamentos para você era apenas te fazer o homem mais feliz do mundo, mais fracassei, eu fiz totalmente o contrario dos meus planos.

Vivo constantemente na sombra de um passado que não parece tão distante.
Acho que o tempo do coração não é o mesmo tempo do dia-a-dia, pode ter se passado muitos dias, mais no coração ainda parece que foi ontem.




biianca


 
Autor
Biia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1784
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 16/06/2011 00:54  Atualizado: 16/06/2011 00:54
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: G.F.S
Boa noite!Oiiie Bia prazer.

Nossa que lindo menina...amei seu poema...amei mesmo parabéns!Destaco:

No dia que me disse adeus, você levou uma grande parte de mim.

Ninguém mais no mundo me faz perder a respiração, ninguém mais consegue fazer meu coração parar de bater por uns instantes.

Beijos

Open in new window

Enviado por Tópico
Guuh
Publicado: 27/06/2011 15:33  Atualizado: 27/06/2011 15:33
Muito Participativo
Usuário desde: 19/07/2010
Localidade: Piracicaba - SP
Mensagens: 59
 Re: G.F.S
também ainda sinto nosso passado na pele,e o imenso prazer de fazer tudo voltar a ser oque era.. de um jeito ou de outro, ainda te amo mto, moça..!