https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

De resto, a rastos

 
Minha musa se perdeu há muito tempo
Voltou agora há pouco envergonhada
Com os restos de meus sonhos num retalho
De pano esfarrapado em frangalhos

 
Autor
Isabela Vital
 
Texto
Data
Leituras
776
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Affonso
Publicado: 25/02/2012 10:53  Atualizado: 25/02/2012 10:53
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade:
Mensagens: 1145
 Re: De resto, a rastos
mas voltaste e nunca deixou de ser musa. Abraço, Affonso