https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

Meus Poemas, Tuas Sombras

 
Tags:  poesia    poeta    rimas    luso    marfim  
 
Oferece-me uma pedra de marfim
Já pensou por um instante
Que já foi de um elefante?
Afasta essa peça de mim!

Fala que malabarizo rimas
E você, que copia os grandes?
Já, de fato, teve amantes?
Ou teu amor é sombra fria
Dos poetas já mortos?

Faço poemas porque sinto
De verdade, não minto
Se forço uma rima ou outra
É que a mente está trabalhando
Ourives?! Você tá brincando!
A métrica não me importa
As ideias é que batem à porta

Faço poemas brincando!

Não são os melhores textos
Mas são meus em toda inteireza
Apesar de comuns como os seixos
Que dão aos montes na natureza
Não vem de bicho poeta morto nenhum




Rodolfo G. Neves

 
Autor
Perseus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1163
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/08/2011 19:06  Atualizado: 26/08/2011 19:06
 Re: Meus Poemas, Tuas Sombras - Para Rodolfo
Genial e original. Muito bom!


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 26/08/2011 19:13  Atualizado: 26/08/2011 19:13
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10200
 Re: Meus Poemas, Tuas Sombras
Boa tarde Rodolfo, seus versos passaram seu recado com clareza, e profundas evidencias, parabens pelo seu instigante poema, MJ.