https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

TEU ROSTO

 
Tags:  tempo    olhos    cor    rosto    face  
 
por que se fragmenta tanto o tempo
e ali as asas não são as minhas
e as pedras têm olhos abertos para o nada?
chega-me o desejo agudo
de um azul intenso
nos ares desta longa madrugada.
onde estaria teu rosto que eu leio e sei de cor?
suspenso por um fio
no fundo de um retrato
onde estranhamente germina a minha face sem cor?
 
Autor
RitaSchultz
 
Texto
Data
Leituras
2876
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 09/09/2011 19:24  Atualizado: 09/09/2011 19:24
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Lisboa (a bombordo do Rio Tejo)
Mensagens: 3769
 Re: TEU ROSTO
"onde germina minha face sem cor?
tanto o tempo
(e) o desejo de um azul intenso
onde estaria teu rosto(?)
no fundo de um retrato"

Belo...Gostei bastante

Abraço-te