https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

Ana

 
Tags:  amor    paixão    desejo    solidão    dor    reflexão    sedução  
 

Amor no almejar, Adeus no acalentar
Amargo no amanhecer, Astuto no anoitecer
Adorno no anel, Afoito no arranha-céu
Amigo no apreciar, Antigo no alcorão
Alivio no amedrontar, Aceso no apagar
Andando no anonimato, Animado no alcançar
Abatido no arrepiar, Absolvido no acusar
Abençoado no amaldiçoar, Arrependido no apelar
Azul no amarelar, Aviso no arbitrar
Alvo no alvoroçar, Alto no arco-íris
Afogar nas águas, Armar no alçapão
Acordar no átrio, Acalmar no afrontar
Aprendiz no amar, Adiantar no atrasar
Aplaudir no aperfeiçoar, Afeto no acreditar
Aroma no amor, Aplausos no altar
Ana no amor, Ana no acrescentar
Ana no ardor, Ana no apascentar
Todas estas linhas poéticas se resumem
Há um só nome; “Ana”.





Marcelo Henrique Zacarelli

Pelos autores Marcelo Henrique zacarelli e Marcelo Martins.
Este Acróstico poético é homenagem a “Ana” namorada do Poeta.
Itaquaquecetuba, Dezembro de 2001 no dia 07.
 
Autor
Marcelo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2719
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 12/09/2011 00:15  Atualizado: 12/09/2011 00:15
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29919
 Re: Ana
ESANDECEDOR, COMO DEIZEM ÁS COASA BELAS TEMOS QUE APLUADIR, SOMENTE APLAUSOS, QUANTA MARAVILHA.