https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:

 
Tags:  o que é "ser" poeta?  
 


Gê Muniz

PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:

Hoje, já vendeste estranhezas
De enfeitiçar olhos fatigados
De lerem mensagens coesas?

----

Com uns poucos farrapos de letras
Deixaste antever uns nacos
D’um sentido inusitado lá por debaixo?

----

Subverteste as coerências
Das idéias consagradas
N’águas crespas das palavras?

----

Planaste na adolescência
Dos versos que não se pretendem
Madurar e habitam tua inocência?

----

Teus poemas, de tão leves, flutuam
Como brancas penas, sem pena
Da língua relha e do contravento?
 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1519
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
13
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/10/2011 22:37  Atualizado: 26/10/2011 22:37
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
(versos muito pertinentes; inteligente da forma que colocaste aqui)
não soube ou receei responder, perguntei ao meu poema, mas não obtive nenhuma resposta. mais uma vez não arrisco me autodenominar. persistirei no aprendizado...

abração Gê

zésilveiradobrasil


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 27/10/2011 01:41  Atualizado: 27/10/2011 01:41
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
Olha eu não sei se as perguntas são delirantes ou eu que deliro mesmo: admito que os teus questionamentos são os meus.Ge, amo te ler.

Bj

Karla B


Enviado por Tópico
Virgínia
Publicado: 27/10/2011 02:58  Atualizado: 27/10/2011 02:58
Muito Participativo
Usuário desde: 21/04/2011
Localidade:
Mensagens: 95
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
Vim ler de "enxerida", pq não são perguntas feitas à mim...Mas moço, até para perguntares, o fazes de forma tão linda!
Beijo em você.
Virgínia


Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 27/10/2011 05:30  Atualizado: 27/10/2011 05:30
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3506
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
Não me parece que sejam "Perguntas delirantes", mas que são pertinentes "Para quem se autodenomina Poeta", são-no de facto.

Mas aqui vem ao de cima, quem é Poeta (que não se autodenomina, que é reconhecido como tal por quem o lê), ou o conceito de Poesia.
"Hoje, já vendeste estranhezas (?)", "teus poemas...flutuam(?)", "subverteste as coerências (?)"
Um texto muito bem construído, com interrogações para todos os gostos "d'um sentido inusitado", com todos os sentidos dentro.
O tema relembrou-me um poema de Sophia de Mello Andresen:
"Ó Poesia sonhei que fosses tudo
E eis-me na orla vã abandonada
Uma por uma as ondas sem defeito
Quebram o seu colo azul de espuma
E é como se um poema fosse nada"

Obrigado.

Abraço-te


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 27/10/2011 05:45  Atualizado: 27/10/2011 05:45
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3325
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
gostei das tuas perguntas ainda assim me pergunto o que é ser poeta.

beijo Ge


Enviado por Tópico
Umav
Publicado: 27/10/2011 14:48  Atualizado: 27/10/2011 14:48
Colaborador
Usuário desde: 10/08/2011
Localidade:
Mensagens: 1151
Online!
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
Excelentes perguntas. Marco a opção "Nenhuma das anteriores" nas múltiplas respostas, na base do chute. São tantos seres sem sentido...

ser poeta é ser atormentado
ser presa fácil é ser inseguro
ser canalha é ser ator melado
ser palhaço é ser que leva murro



Enviado por Tópico
Miladyaradia.
Publicado: 25/11/2012 20:51  Atualizado: 25/11/2012 20:51
Super Participativo
Usuário desde: 19/04/2011
Localidade:
Mensagens: 119
 Re: PERGUNTAS DELIRANTES PARA QUEM SE AUTODENOMINA POETA:
Essa maneira de enfeitiçar almas poéticas é um Dom Delirante e esplendoroso estimado Amigo.