https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

rastejando pela garganta... arranhando por baixo da pele

 
longe a noite está caindo com a cidade ajoelhada a seus pés, chamando da porta aberta... a razão emudece rastejando pela garganta lambe os ossos como uma cobra aos seios, o desatino nada em águas profundas, segue teu corpo. demonios caem, nuvens arrebentam, o céu chora suas mentiras mergulhando o resto de sua alegria, inundando os ouvidos de
saudade. machuca mais fundo que a carne, arranhando por baixo da pele pela última fatia do seu rosto como a um prato de vida. a alma corta os
pulsos enquanto seu terno afoga-se em um peso de papel junto a vida que vai sumindo, sumindo... abraçada as areias do tempo.


Vania Lopez





Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
1126
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
41 pontos
25
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 27/02/2012 23:04  Atualizado: 27/02/2012 23:04
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Que beleza querida Vania!

Beijinhos e parabéns!

Felisbela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/02/2012 23:24  Atualizado: 27/02/2012 23:24
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
ha como que um desassossego na
tua escrita que eu acompanho
desde o tempo de visitante
e que nesta prosa é por demais
evidente. É sempre agradável ler-te
Abraço


Enviado por Tópico
Moreno
Publicado: 27/02/2012 23:28  Atualizado: 27/02/2012 23:28
Colaborador
Usuário desde: 09/01/2009
Localidade:
Mensagens: 3486
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
há uma densidade latente que sorve os olhos do leitor...

um beijo, Vania


Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 27/02/2012 23:37  Atualizado: 27/02/2012 23:37
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1947
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
As tuas palavras têm o poder mágico de amainar tempestades de emoções e de submeter delírios aos movimentos da tua batuta. Bjo


Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 28/02/2012 01:50  Atualizado: 28/02/2012 01:50
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Uma tela tão bem pintada
que nos deixa presos nela
na noite crua e desassosegada
e venha o resto da novela!

COMO SEMPRE FICO SEM FOLEGO
COM O TEU VIVO E INTENSO FOGO1

OBRIGADA MINHA IRMÃ
DE ALMA E CORAÇÃO1

E ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO INTEIRO DISPOR
MariA CotoviA«*+*» «*+*»


Enviado por Tópico
Lai,Laís
Publicado: 28/02/2012 03:07  Atualizado: 28/02/2012 03:07
Participativo
Usuário desde: 27/02/2012
Localidade:
Mensagens: 44
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Olá, poetisa Vania!

Vim retribuir a visita!
Belíssimo trabalho, parabéns!
um grande abraço e um beijo em seu coração.


Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 28/02/2012 05:12  Atualizado: 28/02/2012 05:12
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
"longe...
abraçada (pelas) areias do tempo, (e) o desatino nada em águas profundas,
inundando os ouvidos de saudade,
um peso de papel vai sumindo... sumindo...
longe..."

Saudade que rasteja "arranhando por baixo da pele". Excelente. Obrigado.

Abraço-te com admiração Poetisa


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 28/02/2012 12:27  Atualizado: 29/02/2012 11:30
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Procurei-te em todos os becos
D’onde a tua voz me chamava
No penúltimo um aquário vazio
Tinha perto bem perto dele
Um cisne doente que chorava...

(Parte de um poema meu)
In Vertigem de palavras

Minha amiga querida
lindo, lindo como só tu sabes.
Beijo Vânia


Enviado por Tópico
EuniceContente
Publicado: 28/02/2012 12:44  Atualizado: 28/02/2012 12:44
Colaborador
Usuário desde: 06/07/2009
Localidade:
Mensagens: 532
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Vania eu amei o poema!
Li e voltei a ler ... é afugante, adorei mesmo.
Levo comigo*

B*


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 28/02/2012 14:32  Atualizado: 28/02/2012 14:32
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
ler-te é encher a alma de ar puro,

beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/02/2012 01:08  Atualizado: 29/02/2012 01:08
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Comecei a ler e não pude parar até a ùltima palavra...meu fôlego se foi de mãos dadas com tua maravilhosa prosa poética...

Adorei, amiga!

Beijinhos ,ALICE


Enviado por Tópico
VCruz
Publicado: 04/03/2012 16:28  Atualizado: 04/03/2012 16:28
Colaborador
Usuário desde: 08/06/2011
Localidade:
Mensagens: 679
 Re: rastejando pela garganta... arranhando por baixo da p...
Arranhando por debaixo da pele...consumindo às escondidas o que os olhos veem invertidos...como pode? Arrancas da minha garganta essas farpas que não sei traduzir...emudeço-me diante da tua verve...fico aqui com os olhos lassos espiando...sumindo aos poucos..."abraçada as areias do tempo."
Aiii...rs
Lindo, lindo!
Bjss
Valéria Cruz