https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poema ao senhor chico do riso - Lialdo Vieira

 
Poema ao senhor chico do riso – Lizaldo Vieira
Bem poderia ser macunaima
Ou mesmo o bom palhaço
Caras e caretas
Nos circos em evidencia
Quem disse que será saudade
Sua partida
Para alegrar outros mundos
Seus feitos
Serão eternos
Profundos
Vividos em personagens
No MUNDO RISONHO
Em Alegia permanente
Por seus textos
Caregado do puro molho
APPIMENTADO
Do riso
Não poderia
Ser apenas um Chico
É preciso uma cite
Varias Maranguapes
Em desatque
Faz bem relebrar
O jornalista
Apresentador
O cronistar
Compositor
O cantor
Chico total Anysio
Nem precisa ser imortal
Já será
Mito nacional
Papeis memoraveis
Vão ser lembrados
Nem falar os personagens
De gloria
Vividos por um fantástico ator
Do humor
Atomo do calor
Das terras do condor
Redemionho de poeira nordestina
Empregnado nos rostos ressecados
Nas bocas desdentadas
Nos pés descalços
E mãos calejadas
Caboclo da roça
Gente simpre do suburbio
Figuras ilarios
Da vida social
Da politicália
Trens carregados
De caras e bocas
Fenomenos
Imortais das crônicas famosas
Com teus cacuetes
Manhas
Trejeitos
Revira volta
Reiventando
Coisas do cotidiano
Revendo os tempos bons
Com nazareno
Azambuja
Terta
Bozó
Painho
Tim tones
Justo Verissimo
Chico City
Professor Raimundo
Reminiscências
Reregadas de comediase
Na vida andarilha de mil e uma figuras
Chico Anysio Show
"O Batizado da Vaca"
Quantas piadas
GARGALHADAS DESVAIRADAS
Marcadas pela arte bem humorada
Já comporão obras literárias
Traduzidas no dicionário
Do aurelio
Homenagem justa
Até singular
Ao genio-do-humor
Primavera eterna
Sempre revivida como recordando
Incomparáveis cenas
Puro poema
Que documentos nostalgicos
Recomendarão
Em versos e prosa
Do fulgurante gureiro
Da alegria
Do saber fazer rir
Pra não chorar
Mesmo com desgraça iminente
Honraria pras maiores descobertas
Ao senhor dos templos do riso
Coisas boas
Que o silencio perene
Do mundo dos mortais
Não faz esquecer


Q U E S E D A N E C U S T O d e V I D A - Lizaldo Vieira
Meu deus
Tá danado
É todo santo dia
O mesmo recado
La vem o noticiário
Com a
estória das bolsas
Do que sobe e desce no mercado
De Tóquio
Nasdaq
São paulo
É dólar que aume...

 
Autor
Lizaaldo
 
Texto
Data
Leituras
577
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Le.
Publicado: 24/03/2012 04:22  Atualizado: 24/03/2012 04:22
Participativo
Usuário desde: 05/03/2012
Localidade:
Mensagens: 40
 Re: Poema ao senhor chico do riso - Lialdo Vieira
Muito bonito meu amigo poeta
Bela homenagem a este Chico que assim como as águas de outro chico vão seguir seu rumo no seu ciclo chamado vida.
Descanse em paz nosso querido amigo que nos fez tanto sorrir e parabéns poeta pela linda homenagem.
Forte abraço,
Le.