https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Em silêncio

 
Meu começo
meu meio
meu fim
é você
e para ti
sou inteiro
me doando
doendo-me
percebo então
se me perdi em você
jamais perdeu-se em mim
mas o que eu faço
se não posso pegar
um apagador
e te tirar da tela
da minha vida
nem da tela
nem da teia
que me prendeste
sem querer
involuntária
vai lá saber
se nem desconfias
ou finge também

só me resta então
contar mil mentiras
ao meu coração
dizer que não és nada
este sentimento é bobo
me enganar todo dia
te negando em silêncio
só em pensamentos
mesmo te querendo
cada dia mais
em silêncio

 
Autor
Affonso
Autor
 
Texto
Data
Leituras
656
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/03/2012 01:28  Atualizado: 31/03/2012 01:28
 Re: Em silêncio
Linda e sofrida a tua poesia.

Parabéns!


Enviado por Tópico
BerloquesImaginários
Publicado: 02/04/2012 14:19  Atualizado: 02/04/2012 14:19
Da casa!
Usuário desde: 19/07/2011
Localidade:
Mensagens: 241
 Re: Em silêncio
E desse silêncio
me consumo
faço de mim
a guerreira
dos mil e um pensamentos
dos mil sonhos
mas de um
eu me contento
o do Amor
o que mais conheço
o que mais quero
o que mais
luto por dentro.

Rsssss...já estou como a Belinha
não sei por onde fui...apenas fui...ou deixei-me ir

Beijinhos
Berloques


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/04/2012 13:33  Atualizado: 05/04/2012 13:33
 Re: Em silêncio
"só me resta então
contar mil mentiras
ao meu coração
dizer que não és nada
este sentimento é bobo
me enganar todo dia
te negando em silêncio
só em pensamentos
mesmo te querendo
cada dia mais
em silêncio"

Adorei todo o poema, mas esse final
arrebatou-me!
beijinhos em você.
Isa


Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 05/04/2012 16:22  Atualizado: 05/04/2012 16:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Em silêncio P/ Affonso
OLá amigo Affonso! Faltava eu, claro...rs

Eu...do silêncio faço dia
Faço sol e faço estrada
Devolvo a minha alegria
E a de te ter, mais nada
Faço cama e faço laço
Faço perfume e faço flores
Colo tudo ao teu regaço
Tempero tudo com amores
Dou-te tudo o que quiseres
Mas o meu silêncio já não
Grito mesmo sem saberes
Que é TEU o meu coração!!!!


rsrs isto hoje não está muito bom...peço desculpa! Beijinhos de amizade verdadeira!

Adorei o seu poema!

Felisbela