https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Madrugada

 
Solidão, fiel escudeira
Tu me rodeias todos os dias
Solidão, amante ferrenha
Presente em todas as minhas alegrias

Esta canção é pra você solidão
Que depois de tanto tempo está de volta
E meu desejo por ti é ardente
Contigo , agora, estarei mais contente

Pois não gosto de esconder-me
Quero em lágrimas debulhar
Mas quando eu preciso , solidão
Onde estás para me abraçar?

Tu és meu futuro, a quem quero me entregar
Feliz por viver tristemente
Sozinho e ninguém pra falar
Em deixa-la de novo sem abrigo
Sem ter com quem conversar

Meus olhos a ti eu devoto
São todas tuas a minhas lágrimas
No meio da madrugada acordo
Para entregar-me a ti que tanto me amara.

 
Autor
iggrande
Autor
 
Texto
Data
Leituras
760
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.