https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Despes-me..

 
<br />Despes-me das vestes que não trago
Em minh’alma a noite já vai longa
Sou o doce onde buscas o afago
Nos beijos que o amor não prolonga

Carícias que buscam o suco mel
Lábios de assédio cor romã
Em meu corpo o convite sente o fel
Do amargo que é visita da manhã

Levas o melhor que há em mim
Despes-me da realidade da vida
Tatuas os lençóis de cetim
Com o sangue da raiva escondida

Despes-me das vestes que não trago
Na noite que teima em ser triste
No meu coração semeias o estrago
Do louco que em ti existe.

 
Autor
PaulaMartins
 
Texto
Data
Leituras
1118
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 16/11/2007 23:54  Atualizado: 16/11/2007 23:54
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Despes-me..
Já fazia tempo que não comentava um poema seu. Faço-o neste porque me caiu no "goto" a simplicidade do conteúdo e a fluidez com que foi escrito. As quadras podem parecer estranhas em função do tema mas, encaixam perfeitamente, dando alguma leveza ao texto. Se estivesse a falar de um vinho, diria que tinha uma cor leve e um sabor encorpado. Gostei.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2007 00:15  Atualizado: 17/11/2007 00:15
 Re: Despes-me..
Rico em sensualidade e de grande musicalidade, ou seja, de grande melopéia, algo que o poeta deve sempre ter em mão esses recursos pois a poesia também é música, o ritmo é tão importante quanto o conteúdo. Beijos e saudações de Godi.

Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 17/11/2007 01:09  Atualizado: 17/11/2007 01:09
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: Despes-me..
Belíssimo poema, Paula!

Onde a sensualidade, a ternura, e o amor, se manifestam, através destas belas palavras!

Gostei muito!

Beijnhos...

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2007 22:20  Atualizado: 17/11/2007 22:20
 Re: Despes-me..
Que louca sensualidade Paula!
Parabéns.

Beijinhos

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 18/11/2007 21:04  Atualizado: 18/11/2007 21:04
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Despes-me..
Lindo, será insignificante como a delicadeza de uma pluma nos pode a tingir que nem uma flecha. As palavras tem o condão que quisermos dar, seja de dia ou de noite, sejam vestidas ou despidas de preconceito, seja como nós quisermos. Abusamos delas, elas não sentem, sentimo nós por elas. Beijo de alguem insignificante mas com a sua insignificancia admira a sua elegancia e delicadez com elas...palavras.Bjs