https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Coisas do Espirito

 
Era eu e você.
Dois corpos no meio da multidão.
Deus, eramos loucos!
A música alta e as luzes
Encobriam nossa excitação.
Mas nossa vontade alucinada
Era mais forte e nos amávamos.

A fumaça verde te deixava em meus braços
E minha boca sorvia o gosto que sobrava.
Enquanto a Banda tocava nossas músicas
Nossa loucura era vista e invejada.

Uma noite quase perfeita,
Mas uma noite eterna.

Sinto falta de dizer "eu te amo!"
Sinto falta dos seus braços!
Do seu corpo, da sua alma!

Queria uma explicação sua
Sobre tudo que aconteceu com a gente.
O que o Espiritismo diz?
Acho que você sempre soube,
Desde a morte de seu avô.

Eu sempre soube,
Você não sabia:

"Eu te amo!"

 
Autor
Marcelnarfer
 
Texto
Data
Leituras
415
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.