https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

das letras que se estendem no estendal

 
suspirei o último suspiro
sobre o teu olhar quieto e em silêncio
não interpreto poemas
sou analfabeto em sentimentos

quero a dureza do olhar
a mirar me nos olhos a direito
e umas mãos enlaçadas
entre corpos que se amam
e se conhecem no contacto
dos gestos vivos

literatura?
boa?
para acender a lareira
que aquece o ninho
onde fazemos amor

oh poesia
falta me calor


 
Autor
uersus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
561
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/08/2012 19:17  Atualizado: 10/08/2012 19:17
 Re: das letras que se estendem no estendal
*Essa primeira parte é excelente, na verdade o poema todo um primor.
Nuno, teu estilo me encanta, há tanto para ser lido e sentido. Não há interpretação, há o sentir na alma poética.
Gostei desse momento de desfrutar da tua escrita.
Beijoka*