https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Uivos do vento

 
Open in new window

As crianças
não se deixam iludir
pelo canto mórbido
das primeiras águas
do inverno

Rasgando o aço
de uma cinzenta apatia
atravessam o frio
que cerca as manhãs
enfiam os pés
nas poças da lama
oferecem o corpo
às setas da chuva
e uivam bem alto
o hálito branco da revolta



 
Autor
Runa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
727
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/08/2012 23:53  Atualizado: 14/08/2012 23:53
 Re: Uivos do vento
Tão realista que chega a doer. Assim crescem nas suas vestes andrajosas e pés na lama. Um grito surdo á maioria da Humanidade.

Um poema muito bom. Levo para reler.


Beijo azul

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/08/2012 23:53  Atualizado: 14/08/2012 23:53
 Re: Uivos do vento
Ah poeta, que bonito cantar baseado nas crianças e nas suas aventuras...são uns pestinhas por vezes, eu que o diga, que tanto as adoro e as tenho...rsrs
Abraços
Luzia

Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 15/08/2012 23:33  Atualizado: 15/08/2012 23:33
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2674
 Re: Uivos do vento
"As crianças
não se deixam iludir
pelo canto mórbido
das primeiras águas
do inverno"


Sou contador de histórias para as crianças. Sei das maravilhas que elas ouvem e cantam.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/08/2012 03:08  Atualizado: 16/08/2012 03:08
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Uivos do vento
Habilidoso canto de pés nus.
Ah, obrigada. bjs