https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Onde queremos chegar?

 
Tags:  sofrimento    crianças    abandono    Injustiças  
 
Onde queremos chegar com tanta coisa errada a nos cercar?
Vícios viram virtudes enquanto lobos, em pele de cordeiro, estão prontos para atacar.
Crianças são abandonadas, amarradas em saco de lixo,
E quando alguém se revolta, muitos dizem: " O que eu tenho com isso?"

Ninguém se preocupa realmente
Com o futuro que temos à nossa frente:
Crianças sendo abusadas, violentadas
E ninguém faz, praticamente, nada.

Crianças que são envolvidas com o tráfico
Não sabem o perigo que estão correndo,
Enquanto o egoísta usuário viciado
Só pensa no seu prazer do momento.

O drogadito se esquece de que já foi livre um dia,
Mas não deixa de viver sem a droga que o vicia
E tem discurso preparado para se defender.
Enquanto isso, a marcha a favor da maconha só faz crescer...

E a criança, sendo mula ou avião,
É vítima da mais cruel exploração...
E fico a pensar como é repugnante
Ser escravo(a) de um(a) traficante.

Além disso, há quem queira tirar o direito de nascer
De um ser que nem consegue se defender
Porque deseja se livrar da consequência
De um ato sexual sem consciência.
Se não existisse preservativo,
Pílula do dia seguinte e contraceptivos...
Mas o que há é apenas indiferença
E assim se multiplicam injustiças e doenças...

E ainda há quem use crianças para enriquecer
Por meio do tráfico humano, que poucos conseguem ver.
Ainda há o trabalho infantil que impede a criança de estudar
Pois seus próprios pais, desocupados, buscam lhe explorar.

E ainda há mulheres que desejam receber pensão
Por meio de uma criança fruto de uma banal relação.
Logo ganham fama, estão na televisão,
Enquanto o(a) filho(a) é fruto de sua ambição...

Enquanto isso, nas ruas, caminham sem destino
Milhares de pequeninas e de pequeninos...
Alguns, órfãos de pais vivos...
Outros, pelas pessoas, esquecidos...

E o que dizer das crianças desaparecidas?
Será que continuam com vida?
E as crianças que são sequestradas?
Como vencer a violência desenfreada?

E as crianças que aguardam tratamento nos hospitais?
Não encontram leitos, nem sonham mais...
As crianças vítimas de aids, câncer e outras doenças....
As que aguardam uma doação de órgão para garantir a sobrevivência...

Há crianças vítimas de violência doméstica
Para as quais o choro é o que resta,
Pois não há quem as defenda de fato
E continuam vítimas de violentos atos...

Toda criança é o fruto do amor
Pelo qual Jesus Cristo nos salvou,
Por isso é dos pequeninos o reino celestial.
Mas por que as crianças, no nosso país, são tratadas tão mal?

Estamos em ano de eleição
E é bom que se faça essa reflexão:
Que proposta há sobre as nossas crianças
Para que elas possam viver a sua infância?

O que fazer para que meninos não respondam, radiantes,
Que, quando crescerem, desejam ser traficantes?
E as meninas respondam, certeiras,
Que desejam ser Maria Chuteiras?

Há muito no que se pensar:
O rumo está errado, é preciso mudar
Para isso, temos de nos perguntar:
Onde queremos chegar?

 
Autor
MCSCP
Autor
 
Texto
Data
Leituras
859
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/01/2013 23:17  Atualizado: 16/01/2013 23:17
 Re: Onde queremos chegar?
Boa noite...

De forma poética,
uma crítica se faz,
se estende,
se demonstra...

Mas demonstra-se o quê?

Demonstra-se uma sociedade,
uma humanidade,
onde domina a maldade,
onde não há obrigações,
onde não existe regra,
onde tudo é nada...

Nada,
no meio desta (desu)humanidade,
que qualidade,
quantidade,
nesta tristeza,
nesta selva,
só existe mortandade.

Beijinhos,


Frank_Mike