https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ausente

 
Uma saudade tão presente na minha vida, você tão ausente.

Minha meiga desilusão como és tola, como és boba.

A saudade de um sorriso, de sua voz canorando em meus ouvidos,
e de seu ombro amigo.
A dor de um passado tão presente e transparente, reflete que você não se apaga de minha mente.

Oh coração, como és pequenino,mas ao mesmo tempo és tão genuíno.
Oh, mente como as vezes torna-te tão obscura, ao ponto de não deixar a vida ser vivida, e querer que ela seja nua e crua.

Meu meigo sol, como podes ser doce, ao ponto de querer beijar minha face,
Como podes ser corajoso ao ponto de querer interromper esta saudade.

Pois a mim se torna um monstro que não se adormece.

(SED)

Open in new window
 
Autor
SED
Autor
 
Texto
Data
Leituras
525
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 14/11/2012 13:05  Atualizado: 14/11/2012 13:06
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6400
 Re: Ausente
Open in new window
SED,
Versos comunga com a saudade
Decifrada em cada sílaba,
Originada no desejo de ter
Presente a essência de uma ausência...
Simplesmente belo teu poema.
Bjus em teu coração menininha linda.
Ray Nascimento