https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Hei de ser teu; há de ser minha.

 
Procurei incessantemente por um defeito em ti
E se disser que o encontrei, menti.
Creio ser o amor essa cegueira que me afeta,
Pois há alguém nessa Terra de fato perfecta?

Há de ser ti como o amor?
Incessante e admirável,
A qual sempre vejo inigualável.

Ou como o pudor?
O qual tornou-se em mim incontestável,
Após os três últimos anos de sentimento adaptável.

Impressionável é sua perfeição
Quando meus olhos nos teus estão.
E basta teu perfil mostrar com o desvio de olhar
Para saber que não há como não me apaixonar.

Se fosse apenas a beleza a admirar,
Saberia então seu único defeito,
O que não entendo é que és de Deus o melhor invento!
E disso não consigo disso duvidar.

Será você minha mulher?
A qual com prazer e deleito
Hei desposar?

Ou há esse amor de encolher?
E parecer-se suspeito
A ponto de à frieza se curvar?
 
Autor
TousoBraz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
870
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/12/2012 20:21  Atualizado: 03/12/2012 20:21
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29997
 Re: Hei de ser teu; há de ser minha.
Um intenso poema, maravilha, lindo demais