https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

POEMELHOS GRUDADOS NO CÉU DA BOCA

 
.


Gê Muniz


MATAR A SAUDADE

Saudade
é ente morto-vivo
zumbizando os meus sentidos.

OLÉ

neste mundo traiçoeiro
todo mundo é touro
o tesouro é saber
quem afinal é o toureiro

PR'A NOITE DE SÃO JOÃO

Eu brinco com fogo
Nem sei bem se quero brincar
Será mesmo brincadeira
Ou quero mesmo é me queimar?

FILA DE ESPERA

Pre
ciso
enlou
quecer
logo

O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

Quando é que a gente vai saber fazer o que a gente sabe fazer de um jeito que a gente realmente saiba o que está fazendo?

ESCAMBO DO POETA E DO MILIONÁRIO:

"Tu me ensina a fazê renda
Que eu te ensino a namorá..."

(Gê Muniz)
 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
568
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.