https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Antiátomo

 
Tags:  poema    verso    Sexto caderno da Sabedoria    purê  
 
Antiátomo
 
Pense nas coisas,
Seus medos são os mesmos de qualquer pessoa que segue o ciclo.
Pense que tudo é um sonho
E os sonho são reais,
seguindo sempre um ciclo.


Por Deus, esqueça de tudo
Em seguida esqueça até Deus
Esqueça que renovamos de ciclos em ciclos.

Certos dias não ligamos para os próprios dias,
Fracassamos ao tentar
E me levanto ao tropeçar.

Venha se unir a conversa, diga o que quiser,
Mas não se agrida e não se mate jamais.
Venha falar seus assuntos flamejantes
(seu corpo é puro e sua mente é constante)
E quando as folhas acabarem, não morra jamais.
Deixe que siga o ciclo.

Certa horas nem vale a pena planejar,
pois quando percebi
(pronto)
Tropecei.

Pense em pensar que tudo é real
Mesmo que não siga o ciclo.

E acima de tudo:
Pense e repense seu próprio ciclo.


Vamos Unir nossos Poderes

Sexto Caderno da Sabedoria
 
Autor
OTiagoM
Autor
 
Texto
Data
Leituras
792
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 07/05/2013 18:04  Atualizado: 07/05/2013 18:04
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16132
 Re: Antiátomo
Interessante! Gostei!
Beijos!
Janna