Poemas : 

Insónia

 
A insónia é suportável,
A sua razões já não.
Saber delas é execrável,
Um sofrer em antemão.

Esta inconstância do sono,
Alimentada pela inquietação,
Impede um proveitoso descanso,
E a tranquilidade do coração.

São agitadas horas infinitas,
Do passado e do futuro,
Noites que em vez de bonitas,
Se definem no obscuro.

 
Autor
ngirl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
769
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo-Galvão
Publicado: 10/06/2013 17:50  Atualizado: 10/06/2013 17:50
Usuário desde: 12/12/2011
Localidade: Lagos
Mensagens: 1176
 Re: Insónia
Remoer tem destas coisas. Gostei das rimas.