https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Os meus olhos pensam

 
Tocam as badaladas do tempo
o relógio corre em segundos
afinados com as cordas
...os sinos ficam no alto
na contagem dos quartos de hora...

Os meus olhos pensam
o pensamento chora
na medidas dos compassos
do corpo que a alma não ignora...

Lampejam clarões nos montes
ao som das teclas das mãos
escorrem dos lamentos... suspiros
de um não entendimento
deste vento de contramão!

Movem-se os ponteiros
nos certeiros carreiros
desenhados por pedaços
que o peito estilhaça
nos estilhaços sobreviventes
de um digital contentamento
que a virtualidade já não desconhece...


Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
585
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 21/07/2013 23:39  Atualizado: 21/07/2013 23:39
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9252
 Re: Os meus olhos pensam
Boa noite Ana, se faz inevitável nesta hera cibernética, a fusão do tradicional, com o virtual, parabéns pelo seu contundente poema, um grande abraço, MJ.