https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

o bilhete

 
depois do flerte
voltou
arrependida
contrita
num soluço entristecido
estendeu a mão
e de entre os dedos
saltou o bilhete:

- toma: é pra você!
falou,
com voz embargada
e os olhos marejados.

“esquece tudo,
como lhe dissera;
te amo.
da sua...”

escreveu.


Leia de Wagner M. Martins

FALA, FILHO DA MÃE!!! - Capa Paulo Vieira

UM BICHINHO À TOA. - Capa: Camilinho

Participação:

Livro OLHA PROCÊ VÊ! de Elias Rodrigues de Oliveira

No prelo:

UM INTRUSO NO QUINTAL

 
Autor
wagner
Autor
 
Texto
Data
Leituras
890
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 27/07/2013 21:20  Atualizado: 27/07/2013 21:20
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: o bilhete
Aquele aconteceu, desse bilhete tu jamais esqueceu

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/03/2016 19:09  Atualizado: 28/03/2016 19:09
 Re: o bilhete
Belo... Belo o que está escrito também nas entrelinhas.