https://www.poetris.com/
 
Contos : 

Espanta - pardais

 
Tags:  Espanta - pardais  
 
Quando chegava ao peito, já ia quente. Quente e doce. Doce de suor, de risos, e, às vezes, de lágrimas que saltavam de emoção ao senti-la cair devagarinho na pele, das faces sardentas, retesada de cieiro.
http://mariahelenaamaro.blogspot.pt/p/contos-em-edicao.html
 
Autor
amacsequeira
 
Texto
Data
Leituras
346
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.